[RESENHA] O Barão do Café - Jas Silva
Home Autora Jas Silva [RESENHA] O Barão do Café – Jas Silva

[RESENHA] O Barão do Café – Jas Silva

Por Yukie
0 Comentário
O Barão do Café ainda me deixa irritada e apaixonada na mesma medida.
Acho que a primeira coisa a dizer sobre este livro é que a personalidade do Augusto deixou muito a desejar. Compreender que ele foi abandonado pela mãe e ser criado por um pai ambicioso, vingativo e agressivo não o fez uma boa pessoa, mas nada justificava ser um idiota todo o tempo.
Augusto com certeza tornou-se um homem frio e ambicioso. Sempre passou por cima de tudo para conseguir o que queria e com certeza não seria diferente ao desejar as terras de sua tia.
Usar a doce Estela, após descobrir que as terras estão em seu nome, seria só mais uma artimanha para conseguir o que desejava, ele só não contava que envolver-se com a Estela iria trazer sentimentos a superfície e o mudaria.
Estela é uma jovem garota, filha de um cigano. Ela vive sua vida da melhor forma possível. Envolver-se com o sedutor e barão do café, Augusto acabou sendo bom, por um tempo. Descobrir-se grávida e ver quem realmente aquele homem era, a fez mudar de certa forma. Deixar a inocência que carregava consigo escondida e ser uma mulher mais forte e decidida.
Eles mudaram e terão de enfrentar as consequências das escolhas passadas para seguirem em frente.
Acho válido começar a falar sobre a personalidade do casal. Augusto é um verdadeiro cretino e Estela, que tinha tudo para ser maravilhosa, acabou sendo uma moça tola demais. Apesar dela ter sido uma “balança” no quesito personalidade, ainda assim, achei que depois de tudo, ela poderia ser alguém com mais voz.
O personagem que mais amei, com certeza foi o filho da Estela. Os outros, apesar de terem aparecido, senti que faltou trabalhar mais. Focando totalmente no casal, acabei meio que sentindo certa raiva deles, principalmente por não encontrar um “terceiro” ponto para que me ajudasse a compreender melhor esses dois.
A história em si nos faz roer as unhas. Apesar de em determinados momentos parecer óbvio demais, outros foram especulações e isso foi um ponto forte para me prender a trama.
No geral, é um bom livro. Tem uma dose de erotismo, romance, intriga e até mesmo amadurecimento, algo evidente no final do livro.
A capa com certeza combina com o livro todo. Consegui imaginar muito o Augusto nela. A diagramação e revisão foram outros pontos positivos ao livro, tornando a leitura bem mais rápida e fluída.
Se eu indicaria este livro? Caso deseja ler algo com uma pegada meio intensa, uma menina ingênua e um homem babaca, vai adorar ler esta história, sem dúvidas.
  • Capa
  • Diagramação
  • História
  • Personagens
  • Revisão
4.4

Ficha Técnica

O Barão do Café por [Silva, Jas]O mundo pertence a Augusto Alencar Gouvêa, que hoje, aos 34 anos, comanda de forma agressiva e implacável, o império agropecuário que teve início com o seu trisavô: o primeiro Barão do Café de Ribeirão Preto.
Após impedir que o seu legado fosse destruído pelo que os homens de sua família chamaram equivocadamente de amor, Augusto jurou não deixar que a história se repetisse. Sua forma intransigente de lidar com os negócios, o tornou temido, e poucos eram os que cometiam o erro de atravessar o seu caminho.
Os que fizeram, o acusam de não possuir quaisquer escrúpulos ou decência moral. E é essa ausência de moralidade que levará o empresário à vida de Estela Saavedra. Uma jovem de coração e alma cigana, que, com sua selvageria, se verá diante de um homem que acredita que o poder que detém é o suficiente para torná-lo intocável.
Não importa o crime que cometa.
Ou por cima de quem precise passar.
Talvez, seja apenas o sangue Alencar trazendo à tona o seu lado mais obsessivo, mas quando Augusto coloca os seus olhos na garota que deveria destruir, seus planos mudam, e ele sabe que antes de obter o que deseja, terá de sentir o gosto da inocente cigana em sua boca.

O Barão do Café é um romance erótico contemporâneo.
LIVRO ÚNICO.

Número de páginas: 533 páginas
Editora:
Classificação Indicativa: +18

0 Comentário
0

Posts Relacionados

Deixe um comentário