[RESENHA] Os Meninos Que Amei – Monica Craveiro
Home Autora Mônica Craveiro [RESENHA] Os Meninos Que Amei – Monica Craveiro

[RESENHA] Os Meninos Que Amei – Monica Craveiro

por Yukie
18 visualizações
Os Meninos Que Amei é um livro com uma alta carga emocional e que me deixou apaixonada, mas com o coração bem apertado!
Selena é uma garota doce, nerd, estudiosa e com pouca autoestima. Estar perto de um dos garotos mais populares da escola não era o que ela tinha planejado, muito menos se ver apaixonada por ele. Em meio a um namoro escondido e a família aparentemente se desmoronando, Selena já tem com o que lidar, ela só não esperava que as piores dores estavam por vir depois de uma “pegadinha” no baile da escola.
Tyler é um garoto que está com raiva de seu pai. Mudando-se de cidade, conhecendo pessoas novas e sendo o popular da escola, ele não liga muito para o que pensam, até conhecer a doce e nerd garota que vai virar sua vida de ponta cabeça. Em meio a uma brincadeira cretina, ele perde uma das melhores pessoas de sua vida e a ideia de alistar-se nunca fora tão certa quanto naquele momento.
Este livro com certeza traz uma enorme carga emocional e nos ensina que há diversas formas de amar.
Selena toma decisões pensando não somente em si mesma, mas em alguém que ela ama com tudo o que tem de si. Engole seu orgulho e suas dores para dar o seu melhor para o próximo. Ela foi uma garota extremamente forte desde jovem.
Tyler foi de “menino babaca” para homem maravilhoso. Ele sabe que suas escolhas tiveram consequências, que seu orgulho tirou momentos importantes, mas ele não desistiu e lutou até o fim. Mostrou-se forte e inteligente, apesar de ser impulso, ele ainda conseguiu me ganhar todinha com o jeito dele.
Este com certeza não é um livro que você se senta e fala “vou sair ilesa dele”. Ele traz algumas lições importantes, além de trabalhar uma doença que começo aprender mais com os livros: o autismo.
Como a história é contada em primeira pessoa e por ambos os pontos de vista, foi uma boa forma de me conectar com os personagens e conhecê-los melhor, além de compreender suas decisões e atitudes.
Apesar de que, em determinados momentos, senti que a autora poderia ter trabalhado de forma diferente alguns pontos, principalmente para não tornar determinadas cenas repetitivas e que poderia aproveitar para “melhorar o final”, principalmente porque fiquei esperando os “desejos” de Tyler em relação ao acompanhar uma gravidez. Senti que faltou isso para eu me desmanchar por este homem.
Fora isso, eu adorei o livro. O foco não fica no sexo, mas no amadurecimento dos personagens.
A capa do livro é fofa e condiz muito com a história, algo que sou totalmente a favor. No quesito revisão e diagramação estão muito bons, principalmente para quando digo diagramação para um e-book. Junto a isso, temos uma escrita fluída e gostosa, algo que me ajuda muito na hora de ler um livro e torna a leitura gostosa.
Eu recomendo essa história? Sim, mas preciso avisar que vai ser necessário se preparar para sofrer com os personagens e sair muito apaixonada por todos eles (os principais e secundários).
  • Capa
  • Diagramação
  • História
  • Personagens
  • Revisão
4.6

Ficha Técnica

Os Meninos que Amei por [Monica Craveiro]Tyler e Selena estavam prestes a terminar os estudos e, no verão daquele ano, viveram um romance cheio de intensidade que se tornou breve após um mal-entendido. Tyler, diante dos acontecimentos e do distanciamento de Selena, decidiu ir embora de Rock Mount. Magoado e contra a vontade de seus familiares, ele se alistou nas forças armadas americanas e acabou sendo mandado para a linha de frente na guerra no Afeganistão.
Selena, depois de toda a exposição, também acabou indo embora da cidade, acreditando que esse era o único motivo que a fez ir morar na casa de sua avó. Ela continuaria com seus planos naquele novo lugar e seguiria sua vida tentando esquecer tudo que Tyler a fez passar. No entanto, a vida de Sel foi surpreendida por acontecimentos terríveis, que a fizeram ter que tomar decisões que a marcariam por toda a sua vida.
Após três longos anos, Tyler retorna aos Estados Unidos, e seus sentimentos nunca adormecidos e a curiosidade fazem com que ele procure a garota do colégio. Como ela estaria? Namorando? Fazendo a faculdade dos seus sonhos? Essas perguntas fizeram parte dos seus pensamentos por todos aqueles anos. Ele queria olhar para ela mesmo que fosse de longe. E o destino, de forma inusitada, coloca-os frente a frente…
“Enquanto eu lutava em uma guerra, jamais imaginei que ela lutava em outra. Achei que estaria bem e protegida, acreditei que seria feliz. Todavia, isso não aconteceu, e eu acabava de descobrir.”
Como reconstruir o que foi quebrado em tantos pedaços?

Número de páginas: 321 páginas
Editora:
Classificação Indicativa: +16

Talvez você goste

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »