Home Autora Kandi Steiner [RESENHA] Revelry – Kandi Steiner

[RESENHA] Revelry – Kandi Steiner

by Ana Carolina
[RESENHA] Revelry - Kandi Steiner
Revelry é um livro sobre recomeços e a importância de acreditar em si mesmo. É uma história maravilhosa!
Neste livro vamos conhecer Wren e Anderson.
Wren Ballard não imaginaria que aos vinte sete anos seria uma recém divorciada e mesmo amando o marido, ela decidiu abriu mão de seu casamento, pois já estava esgotada com tanto abuso psicológico que vinha sofrendo durante tantos anos.
Depois do divórcio ela decide se afastar de Seattle e de repente conseguir assim alguma inspiração para fazer desenhos para uma nova coleção da sua grife, pois desde os últimos acontecimentos ela não conseguiu fazer nada descente.
Wren escolhe uma casa bastante confortável para passar o verão, além ser muito silenciosa, com belas paisagens, e o mais importante, longe de Seattle.
Nesta história também vamos conhecer Anderson Black. Ele tem um passado com muitas cicatrizes que até hoje o atormentam, mesmo morando em uma das casas ao redor de Gold Bar, ele passou seus últimos anos em uma rotina monótona.
O que salva, são as conversas que tem com a conselheira de quase todos os moradores, Mamãe Von, ela está sempre dando incentivo a Black e o ajudando a curar suas feridas do passado.
Tudo começa a mudar quando Wren chega na pequena vizinhança, ele logo se vê atraído por aquela bela mulher que acaba conquistando todos com toda a sua determinação e sorriso verdadeiro. Anderson sabe que toda essa aproximação pode ser muito perigosa, mas ele se identifica com toda a dor que seus olhos expressam
Agora Anderson precisa escolher se quer continuar com suas dores no passado, ou se entrega seu coração para essa mulher que traz de volta todos sentimentos que antes estavam esquecidos, mesmo que a culpa e autopunição do passado ainda o atormentem todos os dias.
A mensagem que a autora nos passa com esse livro é a importância de nos amarmos e acreditarmos no nosso potencial. Nossa protagonista pratica isso muito bem, mesmo que ela tenha passando por tanta humilhações e por todo abuso psicológico que seu marido a tenha feito sofrer, ela nunca deixou de lado o seu trabalho e suas conquistas, e tomou a sabia decisão de  mesmo amando o marido, deixa-lo após anos para não perder mais de si, uma trama tão próxima da realidade que muitas mulheres sofrem, e a autora trazer isso, nos faz refletir sobre toda essa situação.
A história é  intercalada entre Wren e Anderson, o que por diversas vezes já disse que é muito interessante, pois desta forma somos capazes de entender melhor a cabeça de cada personagem, os capítulos são curtos e fluídos, mesmo com poucas descrições de objetos e lugares, a trama tem um ritmo muito bom. O casal protagonista é bastante interessante, e eles tem uma química e uma dinâmica incrível. Os dois tem marcas profundas, porém juntos foram capazes de encontrar a paz que tanto buscaram por tantos anos.
Uma história muito bonita e que tive muita identificação sobre o quanto é libertador se livrar de um relacionamento tóxico, sobre como é incrível  encontrar seu lugar no mundo, sobre se amar, e como aprender com nossos erros é muito mais valioso, e que nunca ninguém, jamais pode dizer que você não é capaz de algo, pois não importa a dificuldade nós sempre podemos chegar onde quisermos, esse foi meu primeiro contato com a autora e posso afirmar com toda convicção que foi bastante positiva, não encontrei erros ortográficos, a revisão esta impecável, uma edição lindíssima, a capa é muito linda e nos remete a trama, amor em forma de livro.
Recomendo a leitura!
  • Capa
  • Diagramação
  • História
  • Personagens
  • Revisão
4.7

Ficha Técnica

Wren Ballard está tentando se encontrar. Ela nunca esperou se divorciar aos vinte e sete anos, mas agora que a data do divórcio já passou, é oficial. A papelada é final, mas seus sentimentos não são. Passar o verão em uma pequena cidade nas montanhas fora de Seattle é exatamente o que ela precisa. A paisagem pacífica é uma dádiva, o gato com miado engraçado é uma surpresa, mas o gato real? Não! Um belo vizinho com braços bonitos, uma reputação estranha e sem nenhum interesse nela. Anderson Black está perfeitamente bem sendo perdido. Ele não se importa com a nova moradora da cidade – ele está ocupado demais lutando contra seus próprios demônios. Mas quando ele está cara a cara com Wren, ele pode ver suas feridas ainda frescas a uma milha de distância. O que ele não vê é a sua necessidade de saber quem os colocou lá – ou o seu desespero para consertá-los.

Número de páginas: 280 páginas
Editora: 3DEA
Classificação Indicativa: +16

You may also like

Leave a Comment