Grupo Companhia das Letras assume controle da editora Zahar
Home Editora Zahar Grupo Companhia das Letras assume controle da editora Zahar

Grupo Companhia das Letras assume controle da editora Zahar

Por Yukie
0 Comentário
Fundada no Rio de Janeiro em 1956 por Jorge Zahar, a Editora Zahar foi adquirida pelo Grupo Companhia das Letras!
A Penguin Random House, o segundo maior conglomerado editorial do mundo quando o assunto é livros de interesse geral, adquiriu a Editora Zahar, que passa a ser administrada pelo Grupo Companhia das Letras, do qual a multinacional é dona de 70%.
Zahar e Companhia das Letras são duas casas que se complementam perfeitamente em seus catálogos de enorme aceitação, tanto no mercado editorial quanto na área educacional. Juntos, eles somam mais de 6 mil títulos. As afinidades são tão grandes que vale a pena citar alguns exemplos: na área de psicologia e psicanálise, a Companhia das Letras vem editando as obras completas de Sigmund Freud, enquanto a Zahar publica a do francês Jacques Lacan; a Companhia das Letras publica as obras de ficção do prêmio Nobel de literatura Thomas Mann, a Zahar publica sua obra de não ficção; as duas casas publicam os clássicos da literatura universal em traduções primorosas, com notas e aparatos que auxiliam a compreensão do livro, mas a editora paulista os lança em edições mais acessíveis pelo selo Penguin-Companhia e a editora carioca em versões graficamente sofisticadas, com capa dura (há leitores para as duas versões, que, longe de competirem, se complementam em um mercado de livros cada vez mais segmentado); tudo isso sem contar o diálogo rico e criativo que existe entre os livros da Companhia das Letrinhas e os da Pequena Zahar.
O comunicado diz ainda que o processo de integração entre as duas editoras será conduzido por um comitê que contará, por parte do Grupo Companhia das Letras, além de Luiz Schwarcz, com a colaboração do publisher Otávio Costa e do editor Ricardo Teperman; pelo lado da Zahar, participarão as diretoras Ana Cristina Zahar (que permanecerá como consultora editorial após o processo de integração), Mariana Zahar e Ana Paula Rocha. O documento diz ainda que a sede da Zahar será mantida no Rio de Janeiro.
Com a chegada da Zahar, o Grupo Companhia das Letras passa a ter 17 selos editoriais: Companhia das Letras, Objetiva, Zahar, Alfaguara, Suma, Paralela, Penguin-Companhia, Companhia de Bolso, Portfolio-Penguin, Fontanar, Companhia de Mesa, Quadrinhos na Companhia, Seguinte, Companhia das Letrinhas, Pequena Zahar, Claro Enigma e Boa Companhia.
Fonte: PublishNews e Companhia das Letras
0 Comentário
0

Posts Relacionados

Deixe um comentário