Sempre - Forever #01 - J.M. Darhower
Autora J.M. Darhower,  Duologia Forever,  Editora Universo dos Livros,  Gênero: New Adult,  Gênero: Romance,  Literatura Estrangeira,  Resenha de Livros

[RESENHA] Sempre – Forever #01 – J.M. Darhower

Na trama vamos conhecer Haven, uma jovem de 17 anos que tinha tudo para ser uma adolescente normal da sua idade, porém ela faz parte de uma realidade horrível, que é o tráfico de pessoas. Ela convive diariamente com a privação de liberdade, a exploração, os traumas psicológicos e o uso contínuo de violência sobre o seu corpo. A mãe de Haven, também é uma escrava e tem uma pequena esperança de mostrar para ela que um dia tudo isso vai mudar e que ela vai ter um futuro melhor e que ainda vai ser muito feliz. Ao contrário do que pensa sua mãe, Haven tem uma visão um pouco diferente, já que as coisas só estão piorando para o seu lado. Tudo isso se dá porque a mãe de Haven revela que ela é filha de um dos seus mestres, e com medo que sua filha morra a qualquer momento, implora que a jovem fuja e não olhe para trás. Claro que a princípio Haven não aceita, mas de tanto a mãe insistir, ela acaba aceitando e parte sem nenhum rumo correndo sem parar no meio do deserto que cerca a cidade de Blackburn, que fica em Califórnia, sudoeste dos Estados Unidos. Como já imaginamos a fuga não foi bem sucedida, como está muito desidratada e sem forças para continuar a correr, ela acaba desmaiando e acorda em um porão úmido e escuro, obviamente ela acorda muito assustada e encontra um homem com uma maleta verificando sua temperatura, o homem em questão é Vicent DeMarco, um médico muito renomado e mafioso que acabou de compra-la.
A jovem acaba indo parar na casa do médico, e lá conhece seus filhos Dominic e Carmine, de 18 e 17 anos. A partir daí Haven conhece um mundo novo, um mundo que ela jamais imaginou conhecer, ela irá conhecer a emoção do primeiro amor, todo drama que acompanha certas consequências que acontecem, amizade pura e verdadeira e acreditem, veremos até uma pitada de humor. Todos os acontecimentos que vão sendo apresentados, nos fazem ter um grande conflito interno.
Graças a relação que Haven mantém com Carmine, ela é capaz de superar de uma forma muito bonita todos os anos de abuso, assim como ele ajuda ela, o amor entre os dois também faz com quem Haven ajude Carmine, já que ele sempre foi um garoto muito problemático e tem um futuro completamente incerto, visto que seu pai é integrante da máfia italiana e é pressionado a qualquer custo por seu padrinho, a seguir os passos da família, com isso Carmine nunca teve interesse a se envolver com ninguém, porém tudo muda quando Haven surge na sua vida.
O livro traz uma carga emocional muito grande o que nos leva a se emocionar em muitos momentos, não só por todo sofrimento passado por Haven, mas por perceber que isso é uma realidade que nos acomete no dia a dia. Mas não é só isso que nos leva as lágrimas, os momentos de superação e o envolvimento de Haven e Carmine são tão lindos, que o choro é certo.
A trama e os personagens são muito bem desenvolvidas, a autora soube muito como levar a história e fazer com que a gente se envolva em tudo aquilo, nunca havia lido nada dela e a minha primeira experiência foi extremamente positiva.
A capa é muito bem trabalhada, a arte muito bem-feita, não encontrei nenhum erro ortográfico e a diagramação está impecável.
Se tem uma coisa que eu tenho certeza, é que eu recomendo demais esse livro e espero que vocês se emocionem tanto quanto eu me emocionei e se apaixonem por essa trama intensa e ao mesmo tempo tão bonita.
Ah! Esse livro faz parte de uma duologia, e o segundo livro se chama: Sempre – A redenção.

Ficha técnica do livro Sempre

Onde comprar:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *