Home Autora Jill Shalvis [QUOTE] Onde Mora o Coração – Jill Shalvis

[QUOTE] Onde Mora o Coração – Jill Shalvis

Por Yukie
0 Comentário
Um dos livros mais fofos de 2019 para mim, “Onde Mora o Coração”, da autora Jill Shalvis merece ter alguns trechos aqui só para te deixar com gostinho de: MEU DEUS, PRECISO CONHECER ESSE LIVRO!

Eu sou suspeita para falar algo, porque eu simplesmente devorei essa história, mas recomendo de verdade você dar uma chance a esta história e em todo caso, pode ler a resenha completa clicando aqui.

“Quando percebeu que Keane não tentaria segui-la, sentiu-se aliviada, mas também desapontada. Na verdade, ela não sabia dizer qual dos dois sentimentos eram mais intensos”.

“Spence a fitou com um olhar expressivo, como se buscasse lembrá-la silenciosamente de que ela já não era mais aquela menina medrosa e insignificante dia tempos de escola, que ela sabia melhor do que ninguém que as coisas nem sempre eram o que pareciam ser, que as pessoas nem sempre eram o que pareciam ser, e também que… algumas pessoas mereciam uma segunda chance.”

“- Por que você não quer gostar de mim?
– Quê? – Ela disse, com expressão de espanto.
– Você me ouviu. Tem alguma coisa que eu não sei, alguma coisa muito importante.”

“Ela não pode deixar de notar que o cabelo dele estava um pouco úmido, como se ele tivesse acabado de tomar banho. Ou seja: não era só um cara sexy, era um cara sexy cheirando a sabonete.”

“Pessoas a haviam desapontado. E haviam ferido também. E ele havia feito o mesmo ao dizer que o que os dois tinham era só uma aventura louca e nada além.”

“Keane a fitava intensamente e fixamente com seus olhos negros. Deus, ela adorava isso. Ela se sentia à deriva, correndo risco de perder a noção das coisas, mas ele estava ali. E o simples ato de olhar para Keane a acalmava.”

“De jeito nenhum Keane contaria a Willa a revelação que teve sobre querer mais dela. Em primeiro lugar, ele nem ao menos saberia explicar o que era esse “mais”. E, em segundo lugar, supondo que ele descobrisse o que era, teria ainda que convencê-la a sentir o mesmo. Essa merda dava trabalho demais.”

“- Tem medo de que eu mude de ideia? – Willa perguntou, com ar descontraído.
– Tenho mais medo de que você cumpra sua ameaça e decida acertar as minhas partes”

“- Malfeito feito? – Keane perguntou esperançoso quando ela saiu do quarto, como se ela fosse uma espécia de granada humana.
– Malfeito feito – Willa garantiu, e esperava que fosse verdade.”

“Não é difícil perceber que no instante em que você faz amizade com uma pessoa, ela permanece sua amiga até morrer. E o mesmo vale para os animais. Tenho certeza de que você jamais conheceu uma criatura de duas ou quatro patas pela qual não tenha se apaixonado.”

“Keane apenas sorriu, e por um momento o seu sorriso contagiou todo o ambiente. Era um sorriso incrível, que transportava a mente para um mundo de beijos ardentes, demorados, profundos e intermináveis.”

“Ele pensava que talvez a culpa fosse dos olhos da garota, os olhos verdes mais luminosos que ele já tinha visto, e também do temperamento dela, que parecia combinar com seu cabelo loiro- avermelhado; aliás, mais avermelhado do que loiro.”

“Não aqui, não com Keane; ela sabia, por experiência própria, que quando o pit bull que era o seu coração fechava a mandíbula sobre alguma coisa, só um milagre podia soltá-la.”

Talvez você goste

Deixar um comentário