[RESENHA] A filha do Reich - Paulo Stucchi
Home Autor Paulo Stucchi [RESENHA] A filha do Reich – Paulo Stucchi

[RESENHA] A filha do Reich – Paulo Stucchi

Por Ana Carolina
0 Comentário
A Filha do Reich vem trazer uma história sobre amizade, traição, morte, amor e milagres, além de apresentar fatos históricos que te farão pensar e ter vontade de saber mais.
Na trama vamos conhecer, Hugo Seemann, diretor de criação de uma renomada agência, tudo ia bem em sua vida considerada perfeita, até o dia em que ele recebe uma noticia que mudaria todos os seus planos.
Ao saber da morte do pai, Olaf, que nunca foi um homem presente em sua vida, o que acabou fazendo com que ele guardasse um grande ressentimento Hugo precisa viajar até a Serra Gaúcha para cuidar de todos os tramites do funeral, porém, fica em dúvida se deve realmente ir ou abandonar um grande projeto de uma cervejaria que está em andamento, depois de sua chefe insistir muito e até arcar com a viagem ele opta por ir.
Ao chegar ao local que tanto quis evitar, todas as lembranças que fazia questão de esquecer, voltam à tona e ao receber uma carta escrita pelo seu pai com alguns pedidos, acaba fazendo com que Hugo, fica mais enfurecido ainda, porém, o que ele não esperava, era que junto com a carta, viria uma visita.
Valesca Proença, também recebeu uma carta que foi enviada por Olaf para sua mãe, que faleceu recentemente.
O pai de Hugo foi um ex-soldado alemão, que viveu todos os horrores do período do nazismo, o que acabou fazendo com que ele se refugiasse no Brasil.
Tanto Hugo quanto Valesca ficam sem entender os motivos que fizeram seu pai escrever as cartas misteriosas, os dois então decidem se unir para desvendar qual a relação os dois poderiam ter.
O livro sem dúvidas é repleto de emoção e adrenalina, uma história de tirar o fôlego. A trama fala de relações familiares, perdão, a busca pela própria história, recomeços, e o principal, se dar uma chance.
Adianto que as cenas que falam sobre a Segunda Guerra são impactantes, ainda mais por sabermos o horror que passaram os judeus, nas mãos dos nazistas, uma história dolorosa.
A Editora Jangada fez um ótimo trabalho em todo o livro, a capa é lindíssima, tem tudo a ver com a trama, revisão e diagramação estão impecáveis, não encontrei nenhum erro ortográfico. O mais legal de tudo são os acompanhamentos que vem junto ao livro que recebi uma carta, duas passagens fictícia de avião em nome de Hugo e Valesca com destino Brasil – Alemanha, um mapa da Alemanha e duas fotos, o que acaba tornando o livro muito mais interessante e temático.
Recomendo muito a leitura!
  • Capa
  • Diagramação
  • História
  • Personagens
  • Revisão
5

Ficha Técnica

Ao receber a notícia da morte de seu pai Olaf – um ex-soldado alemão refugiado no Brasil –, Hugo Seemann viaja à Serra Gaúcha para cuidar do funeral. Contudo, o que parecia ser uma mera formalidade de despedida a um pai que nunca conhecera de verdade, torna-se uma jornada ao passado – aos horrores da Alemanha nazista. Durante o funeral, Hugo recebe a visita da jovem Valesca Proença, que lhe mostra uma carta enviada por Olaf à sua mãe, contendo estranhas revelações que contradizem tudo o que achavam que sabiam a respeito de seus respectivos pais. Buscando desvendar esses antigos segredos há muito enterrados, eles partem para Colônia, onde descobrirão suas origens e o passado sombrio de Olaf. Uma trama envolvendo amizades, traição, morte, amor e milagres que uma obscura organização surgida na época do Terceiro Reich fará de tudo para manter em segredo, na intenção de encobrir a verdadeira identidade sobre uma criança conhecida somente como… A Filha do Reich.

 

Número de páginas: 416 páginas
Editora: Jangada
Classificação Indicativa: +16

0 Comentário
0

Posts Relacionados

Deixe um comentário