Home Autora AJ Rich [RESENHA] A Mão que te Alimenta – AJ Rich

[RESENHA] A Mão que te Alimenta – AJ Rich

by Ana Carolina
Em A Mão Que Te Alimenta iremos conhecer Morgan, uma mulher que está cursando mestrado em Psicologia Forense, tem três cachorros, graças ao seu bom coração, um apartamento e está noiva há algum tempo de Bennett, aparentemente uma vida perfeita.
Porém, durante a volta para casa, após um dia intenso, ela só pensa em descansar para poder voltar ao seu trabalho de que em breve irá apresentar ao seu orientador, mas, ao chegar em seu apartamento percebe que algo está errado.
Ela encontra marcas de sangue pelo chão e imediatamente sai desesperada a procura seu noivo pela casa, pensando que alguém pudesse ter invadido seu apartamento para roubar e tivesse feito algo a ele, quando chega ao seu quarto, encontra um corpo sem vida numa poça de sangue, completamente irreconhecível.
Junto ao corpo, estão seus cães, também com manchas de sangue, mas algo não se encaixa nessa morte, os cães eram dóceis, tanto com seu noivo quanto com Morgan. O que a leva a se questionar o que aconteceu naquela manhã em sua casa.
Ainda chocada com tudo e tentando descobrir o realmente aconteceu, Morgan precisa começar a tomar providências, e uma delas é avisar aos pais do seu noivo sobre o falecimento, o problema é que ela nunca foi apresentada aos mesmo, muito menos ao amigos dele. Morgan, conheceu Bennett  através de um site de relacionamento, que a princípio, ela começou a usar para fazer uma pesquisa de campo sobre o perfil psicológico dos homens que usam o site, porém acabou se apaixonando, ela só sabia o que Bennett contava e após a sua morte, quanto mais ela investigava a vida dele mais parecia não conhecer quem Bennett era realmente.
Preciso dizer o quanto esse livro se tornou uma leitura incrível, uma porque se trata de um dos meu gêneros literários favoritos, e em segundo lugar, porque você passa a trama toda tentando entender o que aconteceu, imaginando e acusando diversos personagens, e quando você percebe que o verdadeiro culpado é quem você menos esperava, é chocante.
A trama foi escrita de uma maneira muito inteligente, todas as pontas soltas vão se interligando de uma maneira incrível e surpreendente, você fica preso do início ao fim, pois a cada nova descoberta da falsa vida de Bennett, te faz querer saber mais e mais e quando percebe já está completamente envolvido, toda história é narrada em primeira pessoa, o que facilita muito para construção do mistério da morte e de seus envolvidos.
Sem sombra de dúvidas é um livro muito bem escrito e produzido, a capa é simples porém bem trabalhada e tem tudo a ver com trama, personagens principais e secundários bem desenvolvidos, não encontrei nenhum erro ortográfico, diagramação impecável, um excelente trabalho feito pelas autoras (sim AJ Rich é o pseudônimo de duas autoras chamadas Amy Hempel e Jill Ciment) e da Editora Record.
Recomendo muito a leitura.
  • Capa
  • Diagramação
  • História
  • Personagens
  • Revisão
4.9

Ficha Técnica

Depois de uma manhã agitada no curso de psicologia forense, Morgan não vê a hora de voltar para casa, no Brooklyn, e trabalhar em sua dissertação. Tudo o que ela queria era ficar sozinha, mas seu noivo, Bennett, está a sua espera. Ao chegar, ela encontra a porta entreaberta. Morgan teme que algum dos seus três cães tenha fugido. Ela abre a porta com o ombro, esperando ser recebida pelos animais. Porém, nenhum deles aparece de imediato. Há marcas no chão, pegadas de cachorros.
Nuvem, o cão-da-montanha-dos-pirineus, é a primeira a vir ao seu encontro, mas sem o ânimo habitual. Seus pelos estão vermelhos de um lado, como se ela tivesse se sujado em uma parede com tinta fresca. Sangue. Morgan procura sinais de ferimentos, mas não encontra nada. Nem nos dois pit-bulls, George e Chester.
Ela avança pelo corredor, e as manchas de sangue que encontra parecem cada vez maiores. Por fim, vê Bennett caído no chão do quarto, a perna em cima da cama. Logo percebe que ele está olhando para cima. Ou estaria, se ainda tivesse globos oculares. A pele das mãos foi arrancada. E a perna em cima da cama não está ligada ao resto do corpo, ela foi arrancada.
Bennett foi atacado, destroçado e morto pelos cães. Mas como isso pode ter acontecido, se Nuvem, Chester e George são extremamente dóceis? Algo não faz sentido nessa história, e tudo fica ainda mais estranho quando Morgan, ao tentar localizar a família de Bennett, descobre que esse não era seu nome verdadeiro. Mas mal sabia ela que encontrar o noivo morto foi só o início de seu maior pesadelo.

Número de páginas: 266 páginas
Editora: Record
Classificação Indicativa: +16

Talvez você vá gostar

Deixe um comentário