Home Autora Rachael Anderson [RESENHA] A Queda De Lorde Drayson – Série Tanglewood #01 – Rachael Anderson

[RESENHA] A Queda De Lorde Drayson – Série Tanglewood #01 – Rachael Anderson

by Karine Fernandes
Sabe aquela história que você está indo quase que as cegas? Isso porque de uns tempos para cá eu ando evitando de ler sinopse, simplesmente indo pela capa, e essa história foi assim pra mim, um tiro no escuro, só sabia o gênero e me guiei por ele.

Como uma boa fã de romances de época a possibilidade de que eu gostasse era quase 100%. Bom, eu gostei da história, mas não posso dizer que foi 100%, vou explicar o porquê, mas antes que tal conhecer melhor sobre?!
Em “A Queda de Lorde Drayson” vamos conhecer o Colin Cavendish o mais novo Conde de Drayson que após seu pai falecer e tomar posse de tudo decide se desfazer das terras que menos dão lucro, já que sua família não tem mais o habito de ir para lá, acreditasse que não tem ninguém então se desfazer será muito fácil. Só que ele não contava que a casa da viúva na verdade estava ocupada. Não só por uma viúva, mas por sua filha também. E isso acaba se tornando um problema do qual ele não queria ter que resolver, mas não tem opção, cabe a ele comunicar a família que terá que sair em alguns dias e nada ele poderá mais fazer por elas.
Lucy Beresford é a filha da viúva, a verdade é que depois que seu pai faleceu o antigo Conde de Drayson ofereceu a casa para que ela e sua mãe e em momento algum falou que teriam que se retirar, agora imagine a surpresa quando Lucy recebe uma visita inesperada de seu filho com a notícia de que tem que sair em no máximo duas semanas pois as terras serão vendidas? É de deixar o cabelo em pé.
Sem saber o que fazer e com sua mãe em viagem ela entra em um momento de rebeldia e ofende o Conde de tudo que pode pensar naquele momento, claro que se arrepende mas o destino dá um jeitinho para que ela tenha uma segunda chance de resolver aquele impasse. Logo após a visita do Conde ela sai e descobre um homem desmaiado na beira da estrada, o homem? Nada além do próprio Colin que sofreu m pequeno acidente e com a queda de seu cavalo perdeu a memória. E é ai que a pequena diabinha que existe dentro de Lucy toma a frente e faz com que aquele Conde desmemoriado se torne seu servo, só para dar uma lição nele, aproveitar cada momento que puder, e que Deus a ajude com as consequências.
Sabe aquela leitura que você não precisa esperar muita coisa? Um enredo mais elaborado, com diálogos mais profundos? Então e esse o tipo de livro, mas mesmo assim foi uma leitura tão gostosa, um romance de época fluido, com cenas que você morre de rir, e acompanha mesmo que superficialmente dilemas que Lucy passa internamente que acredito que seja por conta de toda sua criação. Uma personagem que é bem determinada em sempre ajudar quem ama, e que encanta quem para e conversa. Uma menina de espirito livre e mesmo tendo horas de teimosia é muito espirituosa.
Já o Colin, bom, teve momentos que eu quis esganar ele, por não ser mais explicito com Lucy, pela sua arrogância que é bastante logo no início, mas depois o amor é garantido, a autora conseguiu mostrar que mesmo sendo um homem treinado para tomar decisões difíceis tem suas inseguranças e isso pode atrapalhar e muito sua vida. Mas a construção dele a meu ver foi muito bem feita, ele definitivamente vai pensar duas vezes antes de irritar Lucy no futuro.
Me senti pela primeira vez lendo realmente um romance que provavelmente era o tipo que nossas mocinhas liam em suas épocas de 1800, apesar de estarmos acostumados a ver um Q de erotismo nos romances mesmo que de época, nesse se não gosta de cenas assim, poderá ler sem preocupação, pois não tem. O que me deixou um tanto frustrada, já que estou acostumada, mas nada que me faça não gostar da história. No geral eu recomendo muito o livro se você está em uma ressaca e quer ler algo bem leve e divertido, pois é sem sombra de dúvidas o que vai encontrar.

  • Capa
  • Diagramação
  • História
  • Personagens
  • Revisão
3.5

Ficha Técnica

A queda de Lorde Drayson (Série Tanglewood Livro 1) por [Rachel Anderson, A. C. Reis]Quem é ele? Um poderoso Lorde ou um humilde servo? Quando Colin Cavendish, o novo Conde de Drayson, informa a Lucy Beresford que ela e sua mãe precisam abandonar a casa que chamaram de lar nos últimos dois anos, Lucy percebe que está de mãos atadas. Elas não têm dinheiro, ninguém para pedir ajuda, e nenhum lugar para onde ir. Como o Conde ousou quebrar a promessa que seu pai fizera aos Beresford sem peso na consciência? Mas a sorte bate à porta da jovem no momento em que ela encontra o Conde ferido e inconsciente no meio da estrada. Quando ele acorda com amnésia, Lucy aproveita a oportunidade para ensiná-lo uma lição de humildade, dizendo que ele é um simples servo. Seu servo, na verdade.

Número de páginas: 226 páginas
Editora: Pausa
Classificação Indicativa: +16

Talvez você vá gostar

Deixe um comentário