O Duque Mais Perigoso de Londres - Trilogia Decadent Dukes Society #01 - Madeline Hunter
Editora Charme,  Gênero: Romance de Época,  Literatura Estrangeira,  Resenha de Livros,  Resenha de Livros Parceiros

[RESENHA] O Duque Mais Perigoso de Londres – Trilogia Decadent Dukes Society #01 – Madeline Hunter

Acho que a primeira coisa que preciso dizer sobre o livro O Duque Mais Perigoso de Londres é que a história foi uma surpresa agradável. Não tenho lido muitos livros de época, mas com certeza não me arrependo de ter lido esse livro.
A história tem de tudo um pouco. Romance, mistério, atração e claro, a “força feminina” em uma época machista.
Conhecer o Duque de Stratton foi um misto de sentimentos. Como o livro é contado em terceira pessoa, intercalando entre o Duque e a Clara, nossa mocinha, então acabei tendo uma “visão ampla” da personalidade e objetivos do Duque.
Depois de anos vivendo em Paris, o Duque voltou a Londres para provar a inocência de seu pai, que foi acusado de traição em época de “guerra”, sendo vítima de fofoca em uma sociedade que leva em consideração o que os outros dizem. Ele acredita fielmente que foi a “família inimiga” a culpada por todo o problema que seu pai viveu no passado e está em busca de justiça ou talvez de vingança mesmo. Depois de receber uma carta de alguém que ele não esperava, conhecer Clara foi uma bela surpresa e ele está decidido a tê-la como sua esposa, apesar de ser filha de quem é.
Um homem intenso, decidido, objetivo, observador e um tanto dominador. Foi assim que consegui ver o Adam, nosso Duque.
Clara é uma mulher forte e independente. Apesar de estar vivendo em uma época machista, ela ao seu modo, tenta mostrar a verdade que a sociedade tenta esconder ou omitir. Uma mulher madura, que perdeu a pouco tempo seu pai e está vivendo com seus irmãos e sua avó que parece não apreciar Clara. Depois de uma visita “inesperada”, ela se vê atraída pelo Duque, mesmo recusando a todo momento os pedidos dele e não querendo proximidade com este homem que até então, é inimiga de sua família, com uma péssima fama e com certeza, sinônimo de problema.
Quando Clara se vê precisando sair da “aba” de sua avó para viver sua vida e tomar suas decisões, ela acaba encontrando o Duque mais vezes que gostaria e seu lado “justiceiro” entra em ação, quando compreende os reais motivos para o Duque ter voltado a Londres e junto com ele, uma caçada a verdade inicia.
Esse livro foi uma enorme caixinha de surpresa. Apesar de eu não ser fã de romance de época, não consegui largar a história até descobrir quem era o real culpado de tudo. Além de me ver fascinada pela forma como Clara é “idealista” e destemida.
Assumo que minhas teorias foram pelo ralo e quem achei ser o culpado estava longe de ser verdade.
Vi o romance desse casal “nascer e crescer”, em meio a confrontos, língua afiada, paciência e muita insistência. Adorei o fato da autora não fazer com que um personagem se “adeque” ao outro, mas sim os fazendo se completarem. Foi uma história meio Romeu e Julieta, sem todo o drama e as mortes.
Além disso, também conhecemos os outros Duques. Melhores amigos de Adam e que me despertaram a curiosidade sobre a história deles. Amigos incríveis, pessoas cativantes. Com certeza já quero o livro deles.
A capa deste livro é bonita, combina com a história e isso foi mais um ponto positivo. Também temos uma boa diagramação e revisão, outros pontos positivos. Não posso esquecer de mencionar também a escrita da autora. Ela não precisou de “palavras difíceis” para representar a época, tornando a leitura fácil e fluída, além de ter a dose engraçada, romântica e sensual.
É uma história cativante e estou sinceramente muito apaixonada por esse livro, mal posso esperar pelos próximos.
  • Capa
  • Diagramação e Revisão
  • História
  • Personagens
5

Ficha Técnica

Adam Penrose, o Duque de Stratton, é o escandaloso, sombrio, manipulador e vingativo membro da Sociedade dos Duques Decadentes da elite de Londres, composta por três homens perigosamente belos, intensos, irresistíveis e que não desejam se apaixonar. Com uma reputação manchada e seu retorno à cidade, o Duque precisa encontrar uma esposa com qualidades ímpares e que não se importe em viver em negligente abandono. O que o Duque não espera é que o seu interesse e libido sejam despertados pela única mulher que não pode ter, e que não seria capaz de ignorar. Clara Cheswick fascina o Duque, mas tudo que ela não precisa neste momento é se casar. Está bem mais interessada em publicar seu jornal feminino — certamente muito melhor do que ser esposa de um homem com sede de vingança. No entanto, curiosa por uma história, Clara pensa se o desejo do Duque por justiça é sincero — junto com sua intenção incrivelmente irritante de ser seu marido. Se sua fraca reação ao beijo dele é alguma indicação, apaixonar-se por Adam claramente tem um preço. Mas quem diria que cortejar o perigo poderia ser tão divertido?

 

Número de páginas: 304 páginas

Onde comprar: Amazon | Loja Charme