Home Autora Lola Salgado [RESENHA] Quando Tudo Ruir – Lola Salgado

[RESENHA] Quando Tudo Ruir – Lola Salgado

by Ana Carolina
Quando Tudo Ruir é um livro longe de ser um conto de fadas, mas com certeza é uma história apaixonante!

A trama nos apresenta a Alana que desde pequena sonha em se tornar modelo, sua brincadeira preferida inclusive era desfilar para a sua família. O que ela não esperava era que seu sonho se tornaria realidade. Na escola ela era bastante popular e invejada por suas amigas, além de desejada pelos meninos, sem esquecer que ela era muito cogitada pela a indústria da moda da sua cidade.
Alana foi escolhida para representar a agência no Japão e graças a isso a sua carreira de Internacional decolaria, mas como a vida é uma caixa de surpresas…. Ela já estava com uma viagem marcada com a família uma tragédia acontece e acaba com os seus sonhos e sua vida.
Martin é um jovem rapaz que em determinado momento, tentou se suicidar. Ele é um jovem sem nenhuma expectativa com absolutamente nada e com ninguém. Sua família é extremamente tóxica, a mãe é ausente e seu padrasto o tortura de todas as formas possíveis, humilhações, espancamento e abusos. Ele já não aguentava mais passar por tudo isso e tinha certeza que jamais se livraria daquele inferno.
O que ele não contava, era que sua vida mudaria no momento em que conhecesse na escola uma garota completamente desajeitada, com um olhar triste e rejeitada por toda turma por conta da situação em que se encontra, essa menina era Alana e a única coisa que ele tinha certeza, era que ela era a garota mais linda que ele já tinha visto em toda sua vida.
A história nos apresenta dois jovens quebrados, sem nenhuma esperança de um futuro melhor, mas que acabaram unidos pelo amor.
Um livro carregado de emoção e traz temas pesados que nos leva a reflexão. Narrada de forma intercalada, nos dando melhor visão sobre ambos os personagens e dos motivos que os levaram a depressão e vontade de tirar a própria vida.
O livro é triste, por isso não espere um conto de fadas onde a menina sofrida encontra o menino sofrido e ambos se ajudam e vivem felizes para sempre. Aqui eles precisavam se redescobrir e descobrir que mesmo diante de todas as dificuldades, vale a pena viver.
Ver o desespero de Alana é difícil, ainda mais por ela sempre ter sido uma pessoa alegre com uma autoestima lá em cima e por conta de tudo o que aconteceu, ela se tornou uma garota rancorosa, triste e sem expectativas, além de não aceitar o que havia acontecido com ela.
Porém, conhecer Martin fez com que Alana se redescobrisse e percebesse que a sua dor não era maior do que a dos outros, que aquele rapaz passava por grandes problemas e sofrimento, e que também teve seus sonhos e sua vida destruída.
Lola nunca me decepciona, seus livros são sempre incríveis e sempre trazem uma mensagem muito bonita, ela consegue descrever as emoções e sentimentos dos personagens de uma forma tão clara que é como se a gente estivesse vivenciando tudo aquilo e sentindo suas dores.
Tanto a história quanto os personagens são perfeitamente construídos e desenvolvidos, a evolução e o redescobrimento do prazer de viver nos personagens, além do enfrentamento dos seus monstros e a superação foram descritos de uma forma clara. Uma história que te emociona do início ao fim e que nos faz pensar o quanto deixamos de fazer algo por motivos pequenos, quando diante de nós existem pessoas com dores e problemas muito maiores.
Não encontrei nenhum erro ortográfico, a diagramação e revisão estão impecáveis, todo cuidado e carinho depositados nesse livro e na escrita da autora, nos faz querer nunca abandonar o livro, aliás, esse é o único defeito, ele chega ao fim.

  • Capa
  • Diagramação
  • História
  • Personagens
  • Revisão
5

Ficha Técnica

Quando Tudo Ruir por [Lola Salgado]Alana vê seu destino promissor como modelo ruir quando sofre um acidente e tem uma perna amputada. Depois de passar um ano afastada do colégio, focada na recuperação e adaptação com a prótese, ela precisa concluir o ensino médio e encarar a escola onde estudou a vida toda, enquanto tenta descobrir um novo sonho. Lá, acaba conhecendo Martin, o novo aluno misterioso e rebelde que não leva nada a sério. Ele também passou o último ano em casa, após ter visto a vida ruir mais uma vez. Obrigado a lidar com as agressões do padrasto e a negligência da mãe, ele tenta, a todo custo, encontrar um motivo para continuar vivo, mesmo quando parece cada vez mais difícil.
Aos poucos, os dois se aproximam e se ajudam mutuamente a enfrentar os problemas que estão passando. E descobrem que, mesmo quando tudo sai do controle, sempre há a possibilidade de traçar novos caminhos para a felicidade.

Número de páginas: 564 páginas
Editora:
Classificação Indicativa: +16

Talvez você vá gostar

Deixe um comentário