Violetas ao Vento - Jéssica Anitelli
Autora Jéssica Anitelli,  Editora Rico,  Gênero: Drama,  Gênero: Infantojuvenil,  Gênero: Romance,  Literatura Nacional,  Resenha de Livros,  Resenha de Livros Parceiros

[RESENHA] Violetas ao Vento – Jéssica Anitelli

No livro Violetas ao Vento vamos conhecer Violeta, uma jovem de 17 anos que mora com seu irmão e seus pais e precisar enfrentar diversas situações difíceis em sua casa. Tanto sua mãe quanto Violeta, são vítimas de agressão tanto física quanto verbal do pai.
Cansada de sofrer com os constantes abusos, a jovem tenta encontrar uma solução para se livrar disso tudo, ela só não esperava que sua mãe, não fosse lhe dar suporte nenhum e preferisse continuar no relacionamento abusivo.
Vendo que não pode contar com a mãe, Violeta acaba se fechando e entra em uma depressão profunda por não encontrar solução para dar fim a tanto sofrimento.
As únicas pessoas que realmente trazem alegria para vida de Violeta são seus amigos Ricardo e Thamires, mas como não leva seus problemas para ninguém, ela aproveita os momentos com eles para se distrair e se divertir.
Cansada de tudo, Violeta decide finalmente enfrentar o pai e tudo que vem sofrendo, e afirma a vocês, é bem triste acompanhar todo sofrimento da personagem, somos capazes de sentir todas as suas dores.
Relacionamento abusivo e agressão familiar são assuntos muito sérios e a autora soube como abordar o assunto, falou com propriedade, soube usar todas as emoções e dores de Violeta para que gente entendesse realmente tudo que estava acontecendo com ela e sua mãe.
Os amigos foram os pontos essenciais para Violeta não desistir de tudo, eram eles seus pontos de equilíbrio, já que ela não encontrava isso em quem deveria dar todo suporte emocional para ela, que era sua mãe e seu irmão, que parecia não estar nem aí para tudo que acontecia.
Apesar de abordar um tema tão pesado e complexo, é uma excelente história. Ela te prende do começo ao fim, além de dar aquele aperto no peito por tudo o que Violeta passa.
Além disso tudo, não encontrei erros ortográficos. A diagramação impecável, a capa muito bem trabalhada.
Recomendo a leitura!

 

  • Capa
  • Diagramação e Revisão
  • História
  • Personagens
4.9

Ficha Técnica:

Como sobreviver em um lar despedaçado?
Se você passar um dia por Violeta e a vir conversando alegre com Thamires ou lançando olhares apaixonados para Ricardo, nunca imaginará o que aquela menina doce e gentil esconde em seu coração. Pois, em casa, fora dos olhares alheios, onde lhe são arrancados os sonhos de menina e a dor lhe toma o rosto, é que a jovem perde as esperanças de que a vida melhore.
Ali, naquele ambiente hostil e violento, ninguém vê Violeta chorar ou ouve os gritos de dor da mãe… Ninguém impede que o pai continue com as agressões, nem mesmo que o irmão assista a tudo, impassível, como se tratar as mulheres da casa com desprezo e crueldade fosse algo banal, comum. Como se a feminilidade que carrega em si fosse uma doença.
É através dos poemas que Violeta procura esquecer as marcas do corpo e o medo de que, um dia, ela e a mãe não sobrevivam. A jovem encontra nos versos um esboço da dor, da transformação, do seu novo eu. Percebe que, ao se ver refletida naquelas palavras, pode enxergar também uma esperança de um futuro melhor. E, assim, ela tenta se redescobrir e, mais que sobreviver, lutar de peito aberto contra aquilo que a aprisiona, bem como sua mãe.
Nessa nova busca por se tornar a mulher que sempre desejou, Violeta fará uma jornada emocionante e dolorosa em busca de se empoderar, de amar e de se permitir, com acertos e erros, dúvidas e paixões, nem sempre correspondidas. Emocione-se com esse romance jovem, forte e poderoso, escrito pelas mãos – e pelo coração – de Jéssica Anitelli. E lembre-se de que, infelizmente, sempre pode existir uma Violeta perto de você, com uma história para contar.

 

Número de páginas: 259 páginas

Onde comprar: Amazon (e-book) | Eu leio Brasil (Físico)