Vamos conversar sobre os preços dos livros?
Home #PapoComDaYukie Vamos conversar sobre os preços dos livros?

Vamos conversar sobre os preços dos livros?

por Yukie
298 visualizações
Vamos falar sobre preços de livros vendidos por autores e editoras?
Eu, como blogueira, conheço muitas autoras e editoras e vou falar delas, porque sim! Mas não citarei nomes, mas acho válido deixar aqui minha OPINIÃO.
Uma editora que coloca preços extremamente altos (seja uma grande ou uma pequena) ou um autor que vende os livros a preços que me fazem pensar que o livro é feito de ouro, é válido? Pensando no mercado editorial geral. Sei que existe um valor enorme gasto ao “fazer” o livro. Capa, diagramação, revisão, livros estrangeiros tem a tradução, para editoras também tem o pagamento antecipado para o autor (internacional tem isso, se não me engano), enfim, tem N coisas por trás de um lançamento.
Porém, pensando nos leitores hoje em dia. Em quem consome livros. As pessoas estão tendo condições de pagar 50 rins para cima?
Muitos reclamam da crise editorial, mas vamos lá. Um livro na pré-venda me custa R$ 50,00, depois da pré-venda cai pra R$ 20,00, é óbvio que eu, como leitor, vou esperar a pré-venda. “Mas a pré-venda serve para saber se o livro está sendo bem aceito”, ok. Válido este ponto. Mas eu, como proletariado, não vou ter condições de comprar um livro a este preço na pré-venda. “Ah, mas a editora acaba cancelando os lançamentos dos outros livros, porque não teve venda”, mas é sempre bom pensar nos dois lados da moeda.
Compreender que a editora também tem suas contas para pagar e todo o processo para lançar um livro é bom, mas pensar em quem compra, também faz parte da estratégia. Já vi livros com menos de 200 páginas sendo vendido a R$ 40,00. Lamento, mas é um preço absurdo.
E digo o mesmo para um autor nacional lançando de forma independente. Compreendo que precisa de quantidade mínima para que seja possível vender a um bom preço, mas pensar em alternativas, como “catarse” (acho que esse é o nome do site), onde você planeja que só vai fazer os pedidos dos livros quando chegar a x valor, mas já cotando com um valor mais baixo é uma saída. Talvez funcione? Não sei.
Só que EU, como leitora, para pagar altos valores em livros hoje em dia, precisa ser de capa dura, com um trabalho incrível, no mínimo. Mas também vejo editoras lançando livros lindos, com diagramações impecáveis e que conseguem vender os livros “menos caros” que o normal.
Há quem diga que estou errada no meu pensamento, mas como eu disse no começo, é a minha opinião. Se você tem diferente, me contem, gosto de saber o outro lado da moeda.

Talvez você goste

Deixar um comentário