Home #PapoComDaYukie Vamos conversar sobre parcerias?

Vamos conversar sobre parcerias?

por Yukie
Hoje eu vim conversar sobre uma coisa que afeta a vida de muitos blogueiros, mas o meu foco serão os blogueiros do meio literário: parcerias!
Vou logo avisando que o tema aqui talvez não vá ser bem aceito e provavelmente muitos discordem, mas as coisas que irei falar aqui, são coisas que vivi e aprendi durante os anos em que sou blogueira.
Nessa época do ano, as parcerias abrem, sejam com editoras ou autores e uma das coisas que reparei em algumas inscrições que vi são as “exigências” feitas.- Número de seguidores
– Engajamento
– Likes nas fotos

Bem, vamos lá. Acho que o primeiro ponto válido a se falar, nessas exigências é que número de seguidores, likes e engajamento, pode ser facilmente comprado. Existem sites e aplicativos que te “fazem” ter esses números, então tecnicamente, eles não valem de nada.
Engajamento é outro ponto. Existem grupos para troca de comentário, então também não é referência, ou seja, cobrar isso de um blogueiro não é de grande valia.
E vale lembrar aqui que o Instagram realmente prejudicou muito os blogueiros que tem “poucos seguidores”, ou seja, engajamento caiu muito, infelizmente.
Porém, o principal deveria ser o “conteúdo”. O blogueiro escreve bem? Sabe do que está falando? Está disposto a “vestir a camisa” da editora/autorx?
São coisas importantes e que deveriam ser analisadas, mas não tenho tanta certeza de que são.
Outra coisa é a “troca” feita por essas parcerias. Primeiro e antes de tudo: BLOGUEIROS, VALORIZEM SEU TRABALHO.
Ler, tirar foto, escrever, revisar, corrigir, postar, divulgar…. Não é fácil. E se “vender” por alguns marcadores ou “nossa, você talvez vá receber um livro, se resenhar muitos livros nossos, se nos divulgar loucamente”. Migs, por favor, ninguém trabalha de graça. E essa de “se você tiver resenhado nossos livros, vamos sortear um livro entre você e os outros blogueiros que resenharam”. Sério, valorizem-se!
Eu, por exemplo, estou estudando para melhorar aqui. Fazendo cursos, conversando com outras pessoas, quero fazer “algo legal” para vocês e isso é trabalhoso, então eu me valorizo sim, ao menos tento o máximo possível.
Sei que muita gente discorda e estou aberta a ouvir o outro lado. Então se não concorda com o que digo, me diga o porquê disso, afinal, quero ampliar sim minha visão sobre esse mundo.

Talvez você vá gostar...

Deixe um comentário